quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Potencial


Porque será que duvidamos tanto de nós mesmos? Realmente não faço idéia do porque fazemos isso conosco.
Não existe um único ser humano neste mundo incapaz de fazer algo, tudo se aprende, tudo se renova, tudo se constrói. É seu próprio consciente que impõe limites as suas ações, ou seja limitações criadas, ninguém está livre de errar e é errando que se aprende, então antes de colocar na sua cabeça que não consegue, tente e verá como é fácil aprender.
Somos criados para isso, viver cada dia para saber mais. É por isso que quanto mais velho, mais sábio se torna. Um grande e simples exemplo, é nosso começo de vida... aprendemos a andar, a falar, escrever e nos relacionar, com o passar do tempo nos aprimoramos e não paramos mais.
Então se podemos aprender sobre literatura, ler versos decassílabos, porque não aprenderíamos a fazer o que queremos?
Dançar? Pular de para-quedas? Atuar? Se formar? Planejar? Construir? Renovar? Reinvestir? Vencer medos? Superar limites?
Tudo é possível quando se tem garra e força para alcançar aquilo que almeja, jamais menospreze seu potencial, pois é dele que sai as coisas mais inusitadas, é de lá que tiramos o melhor que temos para construir algo que jamais imaginamos.
Basta acreditar, não garanto que conseguirá do dia para a noite, pois toda jornada exige paciência, mas garanto que quando alcançar encontrará uma satisfação interior, na qual irá lhe trazer a felicidade mais completa.

“Você pode desperdiçar sua vida construindo barreiras e fronteiras ou então você pode viver ultrapassando-as. Mas há algumas que são perigosas demais para serem cruzadas. E aí vai o que eu sei: se você estiver disposto a se arriscar, a vista do outro lado é espetacular”

Meredith Grey

Sem comentários:

Enviar um comentário