quarta-feira, 24 de julho de 2013

desabafo, se fosse você não leria ...

Existem dias em que a mente prega peças em você, esfrega o passado na sua cara, aponta suas falhas e ri do quão mal você pode ficar. Mas o que fazer perante tanta ansiedade? Quando você anseia tudo e pensa nada ter. Quando quer dar passos maiores que suas pernas, precipita-se e cai. Na boa, dias como esses poderiam ir pra puta que pariu e nunca mais voltar.

"Nesses dias é preciso pensar em auto controle", mas como controlar sua mente? Ela não é concreta, não segura-se com as mãos para não cair, não treina-se para obter melhores resultados, não livra-se jogando aos ventos, não rasga-se imagens e muito menos seus ideais.Ta ai, uma pergunta que não faço a minima de como responder, como obter controle sobre algo abstrato...

Abstrato... bom, é como o coração, que por muitas vezes balança por dias, meses, anos e no fim é esmagado, machucado e mesmo assim continua batendo, eita bicho burro! Isso que resulta ser abstrato demais... é difícil de controlar.

Por isso, percebi o quão perigoso é lidar consigo mesmo, a mente fraca monta um quebra-cabeça com suas peças e te mostra apenas o que você não precisa relembrar, ou exatamente o que você precisa para sentir-se temporariamente melhor. Assim, conclui que não tenho respostas para nenhuma dessas perguntas e ter um psicológico abalado nessa modernidade é tão fácil quanto cair durante a infância.


Sem comentários:

Enviar um comentário