segunda-feira, 7 de maio de 2018

quando há violência é porque houve carência

As vezes uma onda choca na gente com força. Ela vem quebrando com raiva formando aquela espuma característica de uma passagem que vai doer. Ela te desequilibra. Ela faz os olhos arderem como se o oceano tivesse passado por dentro deles. Ela vem rápido, mas parece que quando passa alguns resquícios do susto ainda te acompanham. Mas ela passa, porque mesmo que a natureza seja violenta, ela ainda é água. E sendo água ela se renova no ciclo da vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário